segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Revista Veja cita Bonito e Pantanal como opções de ecoturismo e turismo de aventura

A edição da Revista Veja, do último domingo (15), publicou em suas páginas, na Seção Guia Veja, uma reportagem sobre o Ecoturismo no Brasil.

Baseado na pesquisa da Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura - ABETA, a equipe de reportagem citou diversos lugares onde é possível vivenciar um maior contato com a natureza.

A cidade de Bonito, foi destaque para as atividades de exploração de cavernas e mergulho ou flutuação em águas cristalinas e o Pantanal para as atividades de cavalgada e observação de aves.

Confira o trecho da reportagem:

Exploração de Cavernas

Onde é melhor praticar: Bonito, no Mato Grosso do Sul; Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira (PETAR), em São Paulo e Parque Estadual Terra Ronca, em Goiás.

Porquê: o Abismo Anhumas, em Bonito, é programa de aventureiros corajosos: por uma fissura no solo, o visitante desce 72 metros de rapel para alcançar uma das mais belas cavernas do país. O Petar, no sul do Estado de São Paulo, abriga a maior área contínua de Mata Atlântica nativa e mais de 300 cavernas.

Dica de quem já foi: em Bonito, além de admirar as estalactites e estalagmites, o visitante tem a opção de mergulhar, com oxigênio ou snorkel, nos lagos de água azul-turquesa das cavernas da região.

Maravilhas debaixo d`água

Para quem quer flutuar: em Bonito (MS) ou na Península de Maraú, na Bahia, pode-se contemplar a vida aquática mergulhando apenas com um snorkel, sem o uso de cilindro de oxigênio.

O que ver: no Rio da Prata, em Bonito, é possível admirar inúmeras espécies de peixes e vegetação.

Cavalgada

Onde é melhor praticar: Pantanal e no Parque Nacional dos Aparados da Serra, na divisa do Rio Grande do Sul com Santa Catarina

Porquê: as fazendas pantaneiras oferecem cavalgadas com peões que conduzem o gado. No Sul o turista hospeda-se em Cambará do Sul e participa de passeios de até três dias de duração pelos cânions profundos da região, acampando pelo caminho.

Dica de quem já foi: no período de seca no Pantanal, entre maio e setembro,a região fica mais acessível e as temperaturas são mais amenas. No Sul, evite passeios no mês de setembro, quando a forte neblina encobre os cânions.

A visão da selva

A observação da vida selvagem é a atividade que mais atrai turistas estrangeiros.

O que é: o grupo é levado por guias a determinadas regiões para observar animais silvestres e marinhos e plantas nativas. Há opções de roteiros diunos e noturnos. Quem pode participar: como não requer habilidade específica, é recomendada a qualquer pessoa.

Onde praticar - Pantanal: há roteiros de contemplação de aves e tours em veículos 4x4 inspirados nos safáris africanos. É possível encontrar ainda tamanduás, lontras, antas, capivaras e com sorte, até onças.

Por Carla Layane

Com informações Revista Veja

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails